Entrevista com o cientista sobre o universo

ABCDESPAÇO

A Peirópolis lança em breve ABCDESPAÇO, o abc poético dedicado ao universo. Os mesmos autores de ABCDinos, o cientista Luiz Eduardo Anelli, a livreira Celina Bodenmuller e a ilustradora Graziela Mattar, alçam o olhar para o infinito e o além, e fazem verso com as distâncias entre as estrelas e os mistérios da criação.
Neste novo abecedário poético, o leitor entrará em contato com a graça da poesia e a magia da ciência, a beleza do universo e o tamanho de nosso desconhecimento a respeito dele. Além de textos informativos, o livro traz ao final uma breve linha do tempo, em que você pode imaginar a idade do universo desde o Big Bang.

Desde criança gosto de olhar o céu. E quem não gosta? Comecei contando estrelas no quintal. Mais crescido, escalei o telhado com
um mapa celeste para reconhecer constelações. Logo comprei um telescópio, mas ele nunca funcionou bem. Assim, o jeito foi aprender mais com os livros. Conhecer a origem do universo, das galáxias, das estrelas e dos planetas me ajudou a entender o significado e a delicadeza da vida. Também gosto da Lua, que me ensinou muito sobre o espaço. Ela nasceu com a Terra após a grande colisão entre dois planetas. Sem ela, a Terra seria um lugar muito diferente, e duvido que existiria vida inteligente por aqui. Por isso ela aparece ao meu lado, para que sua história não fique fora deste livro. É minha homenagem à nossa bela e antiga companheira. Conhecer as coisas do espaço é uma das várias alegrias que tenho na vida. E quando não estou olhando para o céu, sou professor no Instituto de Geociênciasda USP e escrevo livros sobre a pré-história do Brasil. Se não estou fazendo essas coisas, escrevo com a Celina livros que contam histórias sobre a vida dos maravilhosos dinossauros.

Como você acha que o homem deve olhar para o universo?
A história do universo se estende ao passado por quase 14 bilhões de anos, tempo no qual amadureceu quimicamente para que planetas rochosos como a Terra pudessem nascer. Até onde sabemos, os planetas rochosos são os únicos capazes de abrigar a vida, e permitir que esta evolua até a complexidade que hoje conhecemos. Assim, somos parte dos frutos do imenso tempo que nos separa do Big Bang. Conhecer e estudar essa história e despertar em nossas crianças o interesse pelo espaço, é mais uma dentre as várias missões que temos como educadores.
Quais os aprendizados mais admiráveis que o céu pode nos proporcionar?
O universo foi ao longo de milênios um grande mistério para a humanidade. Hoje sabemos sua idade, que desde a sua origem está em expansão em direção ao infinito, e que todos os elementos químicos que nos compõem, bem como a tudo o que nos cerca, nasceu durante a origem, evolução e morte das estrelas. O universo nos ensina que a Terra é um planeta repleto de privilégios. No Sistema Solar a Terra é o único planeta perfeitamente posicionado na Zona Habitável, e com a porção correta de gases na atmosfera foi o único capaz de preservar água no estado liquido em sua superfície por toda a sua história. Por isso, a vida foi capaz de evoluir aqui ao longo de quatro bilhões de anos. A história do universo nos ensina que, como todos os seres vivos, somos parte dessa história, e que devemos cuidar da Terra com carinho e devoção.
Por que você fez este livro?
Fizemos esse livro porque a história do universo precisa ser apresentada às crianças desde os primeiros anos escolares. No entendimento do universo e do seu funcionamento estão as raízes do conhecimento da nossa existência, bem como de tudo o que nos cerca, seja na Terra, o ou espaço infinito que a evolve. O cosmo está repleto de curiosidades que nos aproximam da ciência, que estimulam a nossa curiosidade, que nos ajudam a aprender e gostar de estudar. A ciência oferece a todos um tipo de salvação, libertando-nos da ignorância e do tédio, de uma vida sem sentido e sem educação.
O que as crianças também podem aprender com o universo?
Sim, muito. Além das novas palavras que aprendem, percebem que o universo é dinâmico, em constante evolução, e que a Terra e a vida não são um mero fruto do acaso.
De todas as coisas do universo, qual a mais importante para você?
A vida complexa, muito além das bactérias, como os animais, fungos e vegetais. Em minha opinião, a vida é a maior manifestação no Universo, o fruto mais valioso produzido ao longo de 14 bilhões de anos de evolução cósmica.
Qual o seu planeta preferido e por que?
Já tive alguns planetas preferidos: a Terra, o mais complexo; Saturno, o mais bonito; Júpiter, o mais poderoso, e Marte, que melhor conhecemos além da Terra. Mas atualmente, o meu objeto preferido não é um planeta, mas um satélite, a Lua, porque se ela não existisse, não existiríamos nesse mundo.


Luiz E. Anelli
é professor e pesquisador do Instituto de Geociências da USP, escritor e ciclista amador. Criador da Oficina de Réplicas da USP, há 20 anos produz material didático na área de paleontologia e geociências. Foi responsável pela montagem dos primeiros esqueletos de dinossauro na cidade de São Paulo, bem como do primeiro esqueleto de Tyrannosaurus rex na América do Sul. Foi o idealizador e curador da exposição “Dinos na Oca”, realizada no Parque do Ibirapuera, em São Paulo (2006). É autor de diversos livros de divulgação científica, dentre eles os famosos Guia completo dos Dinossauros do Brasil, Dinos do Brasil, e ABCDinos, todos pela Peirópolis.

 

Leia também

Entrevista com a livreira e escritora Celina Bodenmuller.

PHP Code Snippets Powered By : XYZScripts.com