O fotógrafo que é cabinha de nascença

Foto de Samuel Macedo

Foto de Samuel Macedo

O fotógrafo Samuel Macedo é um cabinha de verdade. Sim, ele nasceu no Cariri, e hoje viaja o País inteiro fotografando a infância de meninos que nem ele um dia foi. Seu trabalho é maravilhoso, e poderá ser conhecido no livro Terra de Cabinha: pequeno inventário de meninos e meninas do sertão, de Gabriela Romeu.

“Nasci no Crato, Cariri cearense, como dizem por cá, “sou cearense de pai, mãe e parteira”. Cresci em Nova Olinda, ao lado da Chapada do Araripe. E foi ali que aprendi com os cabinhas o jeito caririense de ser menino. O tamanho da cidade permitia brincar do se esconda percorrendo todas as ruas, dava até para se aventurar em qualquer lugar de mato que a vista escolhesse. Foi na infância que descobri o fantástico mundo das imagens. Foi com meu avô que fiz essa descoberta. Ele tinha uma oficina de onde saíam os brinquedos mais fantásticos. De lá saiu a minha primeira câmera, uma caixa escura feita com resto de tudo o que se possa imaginar.

A vontade de fotografar e filmar foi crescendo junto comigo e, na Fundação Casa Grande, com um grupo de cabinhas, criamos a TV Casa Grande, nosso próprio canal de TV. Lá aprendi a filmar, editar, fotografar, mas principalmente escutar e gostar das histórias que ia ouvindo. Na Casa Grande, eu me formei fotógrafo e de lá saí para ver e registrar as belezas do meio do mundo. Hoje venho encontrando com outras histórias Brasil afora e há quatro anos fotografo meninos e meninas de norte a sul em parceria com o projeto Infâncias.”

Facebook
Instagram