Nurit Bensusan no evento "Todas as leituras de mundo" – dia 27/05, em Brasília

Você sabe por que Amyr Klink nunca cruzará todos os mares com seus barcos e remos? Ou por que os elefantes odeiam Chopin? Essas e outras questões inusitadas compõem o repertório da bióloga Nurit Bensusan, autora de Meio ambiente: e eu com isso?, lançado em 2009, e outros títulos pela Peirópolis. Autora que sabe unir como poucos humor, sagacidade e bons argumentos, Nurit participa do evento “Todas as leituras de mundo” no dia 27 de maio, às 14hs, em Brasília, abordando a relação entre o homem contemporâneo e o meio ambiente.

Todas as leituras de mundo

“Todas as leituras de mundo” é o primeiro encontro de autores promovido pelo Grupo – associação das editoras Berlendis, Biruta, Mercuryo Jovem, Nova Alexandria, Panda e Peirópolis. O evento será realizado no dia 27 de maio, em Brasília, em parceria com a distribuidora Arco-Íris. O tema foi inspirado no escritor moçambicano Mia Couto, que observou certa vez que “é preciso entender que os meninos estão deixando de ler os livros porque estão deixando de ler o mundo, de serem capazes de ler os outros, de ler a vida. Estão perdendo a disponibilidade de estarem abertos aos demais, atentos às vozes, saberem escutar.”

Veja em seguida a programação completa do evento.

Agenda – Todas as leituras de mundo
Palestra 1: serão abordadas diferentes facetas de leitura de mundo por João Gomes, autor de literatura de cordel, Fábio Yabu, da série “As princesas”, e Fabrício Carpinejar, da coleção “Meninos e meninas”, mediados por João Bosco.
Quando: 27 de maio de 2010, de 8 às 11h30
Onde: Colégio e Faculdade Projeção / Prédio II, auditório – CNB 14, Lotes 7/9, Taguatinga Norte – DF

Palestra 2: Nurit Bensusan, Marcelo Duarte, autor de “O guia dos curiosos”, Fabrício Carpinejar e o editor e tradutor Bruno Berlendis, mediados por Lucília Garcez, instigam o público a refletir a respeito de possíveis leituras do mundo. Nurit Bensusan fala sobre nossa relação com o meio ambiente; Marcelo Duarte dá à curiosidade um papel de destaque; Fabrício Carpinejar enfoca o direito à diferença, e Bruno Berlendis se volta para as obras clássicas. Em foco, a multiplicidade de leituras do mundo, do outro e da vida.

Quando: 27 de maio de 2010, de 14 às 17hs
Onde: Auditório do Colégio Sigma – SGAS 912 SUL – Conjunto A – Brasília – DF

Lançamento: “Um pau-de-arara para Brasília” (de João Bosco, pela Ed. Biruta)
Quando: 27 de maio de 2010, às 17hs
Onde: Biblioteca Demonstrativa de Brasília – EQS 506/507

Facebook
Instagram