Dan X

Aos 18 anos, enquanto estudava Publicidade, tive o meu primeiro emprego como arte-finalista em uma estamparia em Belo Horizonte. Por 10 anos trabalhei fazendo imagens para a indústria da moda, de padronagens florais a solado de sapato. Em 1995 juntei-me a amigos e editamos a revista Graffiti (1995), que durou 17 anos publicando um volume anual com algumas publicações extra, movidos mais por paixão do que por retorno financeiro. Paralelamente, trabalhei numa produtora de eventos, ministrei oficinas de graffiti pela PBH, fiz painéis e dei aulas na Casa dos Quadrinhos. Atualmente estou retomando o ofício da narrativa com imagens, que sempre me fascinou.  Acredito no poder transformador da literatura, e de uma de suas formas, os quadrinhos.

PHP Code Snippets Powered By : XYZScripts.com