Jorge Emil

Gosto de inventar personagens e de escrever desde pequeno. Aos dez anos, criei duas histórias: uma se passava num país todo feito de papel; a outra, numa fazenda mágica. Comecei a fazer teatro aos 13, e de lá pra cá foram mais de trinta peças, alguns filmes e três prêmios  entre eles o de melhor ator no espetáculo infantojuvenil The Addams (isso mesmo: estou me referindo àquela famosa família esquisita). Publiquei três livros de poesia: O dia múltiplo (2000), Pequeno arsenal (2004) e O olho itinerante (2012). Sou casado com a Ana e tenho uma filha adolescente também chamada Ana. Foi tão bom reencontrar o garoto! Espero que ele não demore a voltar. 

Livros do autor

PHP Code Snippets Powered By : XYZScripts.com