Beto Pandiani

O santista Roberto Pandiani, 51, há 14 anos realiza expedições de alto desempenho pelos mais temidos mares do mundo a bordo de catamarãs sem cabine. Em 1994, Beto realizou a Entretrópicos, de Miami à Ilha Bela (SP); em 2000 e 2001, a Rota Austral, do Chile, dobrando o Cabo Horn, até o Rio de Janeiro (RJ); em 2003, a Travessia do Drake, em que alcançou a Antártica; em 2004, a regata Atlantic 1000, nos EUA; em 2005, a Rota Boreal, de Nova York à Groelândia; e finalmente, em 2007 e 2008, a Travessia do Pacífico, do Chile à Austrália. Filho do também velejador italiano Corrado Pandiani, conquistou prêmios nacionais e internacionais e coleciona marcos vitoriosos na história da vela mundial. A primeira virada na carreira profissional foi deixar um estágio na Pirelli, quando cursava Administração na PUC-SP; depois, como empresário do entretenimento: Beto trabalhou como barman entre 1980 e 1985 no Clyde´s, no Maksoud Plaza e no Ritz. Durante os anos 80 e 90, Pandiani foi proprietário de diversas casas noturnas que badalaram as noites paulistanas: Singapura, Aeroanta, Clube Base, Olivia e Mr. Fish, entre outros negócios. No final dos anos 90 deixou a área de entretenimento e assumiu a vela como profissão e negócio, passando a trabalhar exclusivamente com o esporte que é a paixão de sua vida. Atualmente, tem ministrado palestras sobre planejamento, gerenciamento de risco, superação de resultados e trabalho em equipe para grandes empresas. Para conhecer mais sobre o autor e suas expedições, visite o site www.betopandiani.com.br.

Livros do autor

PHP Code Snippets Powered By : XYZScripts.com