Richard Barbrook

Doutor em Ciências Políticas, o inglês Richard Barbrook é professor de Hipermídia da Faculdade de Ciências Sociais, Humanidades e Letras da Universidade de Westminster. Nascido em 1959, Barbrook vivenciou o movimento punk e militou pela liberdade da radiodifusão em Londres, vindo a contribuir para a criação do espectro multilíngüe da rádio londrina. Até meados da década de 90, já como pesquisador da Universidade de Westminster, trabalhou com a regulamentação dos meios de comunicação na Comunidade Européia. Em 1995, assumiu a coordenação do Centro de Pesquisa em Hipermídia da mesma universidade, tornando-se o primeiro diretor do mestrado na área. Barbrook é autor de influentes ensaios sobre o confronto entre comércio e cooperação dentro da Internet, incluindo "A economia da dádiva da alta tecnologia", "Cibercomunismo", "A regulação da liberdade", "A classe do novo" e, com Andy Cameron, "A ideologia californiana", crítica pioneira à nova esquerda estadunidense e uma de suas expressões, a revista Wired. Publicado em 2007, "Futuros imaginários ? Das máquinas pensantes à aldeia global" venceu a edição 2008 do Prêmio Marshall McLuhan oferecido pela Media Ecology Association, sendo considerado o Livro do Ano no campo da Ecologia da Mídia. Além da atividade acadêmica, Barbrook atua junto à comunidade do Cybersalon e é membro-fundador do ClassWargames.

Facebook
Instagram