Agustina Bessa-Luís

Maria Agustina Ferreira Teixeira Bessa-Luís, conhecida como Agustina Bessa-Luís, nasceu em 1922, em Vila Meã, Amarante, Portugal. Seu contato inicial com a literatura, à qual Agustina dedicou sua vida inteira, dá-se na casa de seus avós. Uma de suas maiores marcas foi se aventurar pela construção de tipos femininos sedutores e estranhos, carregados pela ?dor da existência?. Esse crescente interesse por narrar paixões humanas em sua origem e profundidade caracteriza Agustina como autora de uma ?literatura nova?, por não se inserir em nenhuma corrente literária. Em 1948, Agustina publica seu primeiro livro, a novela Mundo Fechado, mas só passa a ser reconhecida seis anos mais tarde com A Sibila, livro pelo qual merece dois prêmios: o Prémio Delfim Guimarães, em 1953, e o Prémio Eça de Queiroz, em 1954. Com uma vasta produção, Agustina recebeu prêmios e convites para conferências que despertaram interesse mundial por sua obra, servindo de base para estudos, traduções para outras línguas e adaptações para cinema e televisão. Em Dentes de Rato, seu primeiro texto infanto-juvenil editado no Brasil, uma prosa poética delicada e forte, a autora encanta o leitor com a menina Lourença, personagem principal da trama, que contesta as verdades impostas pelos adultos munida apenas do poder de sua imaginação.

PHP Code Snippets Powered By : XYZScripts.com